fbpx

Deputado se reúne com presidente da CEB

Assessoria

O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) iniciou a semana trabalhando. Ele se reuniu com o diretor-presidente da Companhia Energética de Brasília (CEB), Francisco Aurélio Sampaio Santiago. O encontro aconteceu na sede da empresa, localizada no Setor de Industria e Abastecimento (SIA).

 Na ocasião, o parlamentar tratou de vários assuntos com Francisco Santiago. Primeiro, Veras colocou seu mandato à disposição da Companhia, em seguida o deputado levantou a questão da nomeação dos aprovados no último concurso da CEB, que ainda não foram nomeados. O presidente da Companhia informou que há um termo de ajustamento de Conduta (TAC) junto com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) para proceder com as nomeações, além disso o diretor-presidente informou que solicitará ao MPDFT a prorrogação da validade do TAC, uma vez que a empresa não dispõe de recursos para realizar as contratações.

Durante o encontro, o presidente da CEB discorreu sobre a situação da Companhia. Ele informou ao deputado que a empresa encontra-se em situação calamitosa, em razão da má gestão da Companhia durante os últimos 15 anos. Santiago disse que o empenho agora é para encontrar mecanismos para recuperar a empresa, entre eles citou o corte de privilégios, seguindo a linha de atuação do Governo do Distrito Federal (GDF).

Parlamento – Reginaldo Veras convidou o diretor-presidente da CEB para participar da audiência pública que seu gabinete realizará. O debate será realizado provavelmente em maio e tratará da segurança no perímetro das escolas.

 Segundo o parlamentar, a péssima iluminação noturna cria uma sensação de insegurança para os estudantes. “Em geral a sensação de insegurança tem sido um dos maiores fatores de evasão escolar”, disse.

Indicações – Por fim, o deputado Prof. Reginaldo Veras informou a Francisco Santiago que protocolou na Câmara Legislativa duas indicações que tem relação direta com a Companhia.

 A primeira indicação sugere ao GDF que seja realizada a implantação de sistema de iluminação pública nas Ruas Igazeira, São Judas Tadeu, Vitória e Braga, no Núcleo Rural Engenho das Lajes, no Gama.

Segundo Veras, o Núcleo Rural Engenho das Lajes, que integra o espaço físico-geográfico do Distrito Federal, é uma localidade que sofre com a falta de iluminação pública adequada.

 “Proceder à instalação do sistema de iluminação pública nas ruas Igazeira, São Judias Tadeu, Vitória e Braga, no Núcleo Rural Engenho das Lajes, no Gama, trata-se de dar atenção às necessidades públicas, e, de conferir dignidade à população da localidade”, defende Veras.

 Já a segunda indicação, sugere a implantação de sistema de iluminação por refletores na Quadra Esportiva localizada na QNP 15, Área Especial, Setor P-Norte, na Região Administrativa de Ceilândia.

“Queremos sugerir à Companhia Energética de Brasília que implante um sistema de iluminação na Quadra desportiva que está numa Área Especial da QNP 15 do Setor “P Norte, em Ceilândia”, disse. “No local indicado, há uma praça onde estão instalados equipamentos públicos, dentre eles, uma quadra esportiva de piso sintético. A falta de iluminação adequada tem tornado o uso do referido equipamento ineficiente. Portanto, para atender ao interesse comunitário, fomentando a saúde, o lazer e o desporto, sugiro que a CEB proceda com a implantação da iluminação adequada por refletores, no refiro local”, finalizou.

 

 

 

 

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Presidente da Novacap recebe moradores do Gama e de Planaltina

Compartilhar via WhatsAppNa última quinta-feira (23), o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade