fbpx

Reginaldo Veras propõe projeto de lei que altera a atual estrutura dos CILs

Carlos Gandra/CLDFO acesso aos serviços de educação de línguas modernas prestados pelos Centros Interescolares de Línguas (CILs), da Secretaria de Estado de Educação (SEE) foi tema de debate na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) hoje (3).

Para o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), professor há mais de duas décadas e presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da CLDF, trata-se de um tema de grande interesse da comunidade.

O acesso aos serviços de educação de línguas modernas prestados pelos Centros Interescolares de Línguas (CILs), da Secretaria de Estado de Educação (SEE) foi tema de debate na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) hoje (3).

Para o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), professor há mais de duas décadas e presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da CLDF, trata-se de um tema de grande interesse da comunidade.

“Sou oriundo do Centro Interescolar de Línguas, onde estudei Espanhol por sete anos, além de haver iniciado o curso de inglês, mas infelizmente não continuei”, disse. “Na época em que frequentava o CIL a qualidade era superior a existente hoje, isso inclusive é relatado pelos profissionais que atuam nessas instituições. A participação da comunidade, junto com os alunos da rede pública de ensino e a troca de conhecimento e de experiências entre adultos e jovens reunidos era um dos fatores que fazia a qualidade do ensino ofertado ser superior”, completou.

Veras informou aos presentes que já protocolou na Casa um projeto de lei que altera a atual estrutura dos CILs retornando para o que já existia.

A proposta do parlamentar é assegurar que 20% das vagas ofertadas por cada Centro Interescolar de Línguas do Distrito Federal deverão ser fornecidos à Comunidade e que 10% por cento das vagas ofertadas por cada Centro Interescolar de Línguas deverão ser fornecidas aos professores da rede pública de ensino do Distrito Federal.

Segundo Reginaldo Veras, a proposição tem por objetivo assegurar o direito universal à educação, garantindo à comunidade o direito de ter acesso aos Centros Interescolares de Línguas da Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal.

“Os CILs são oito escolas especializadas no ensino de Língua Estrangeira Moderna. Estas escolas pertencem à Rede Pública de Ensino do Distrito Federal, oferecendo cursos de alemão, espanhol, francês e inglês”, esclarece.” Entretanto, o acesso ao sistema de ensino das referidas instituições viola o princípio da isonomia, pois restringe a matrícula apenas para aqueles que estejam matriculados na rede pública de ensino do DF”, acrescenta.

A ideia do parlamentar é, com a aprovação do PL, eliminar essa desigualdade, atribuindo uma cota de vagas para serem ocupadas pela comunidade e profissionais da educação básica do Distrito Federal. Vale ressaltar que a proposição não cria nem extingue órgãos, e, por fim, não gera gastos para o Executivo.

“Quero ressaltar que propus que parte das vagas seja destinada aos professores da rede pública com o fim de incrementar o desenvolvimento profissional desses educadores, melhorando, por consequência, a qualidade de ensino no Distrito Federal”, finaliza.

O projeto de Lei tramita na Casa, deve ser apreciado nas comissões e em seguida seguirá para o plenário.

Carlos Gandra/CLDF

Ísis Dantas
Assessoria de Imprensa

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Distrito Federal terá Semana de Combate e Prevenção à Violência Doméstica

Compartilhar via WhatsApp Na tarde desta quarta-feira (07), durante sessão remota, a Câmara Legislativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade