Início / Especial / Violência no perímetro das escolas suscita debate

Violência no perímetro das escolas suscita debate

Foto: Carlos Gandra

Na tarde desta terça-feira (7), vários deputados discorreram sobre o episódio que ocorreu ontem (6) no Centro de Ensino Fundamental 1 (CEF 1) da Cidade Estrutural, quando no fim da tarde, um homem, que cumpria prisão domiciliar por roubo, invadiu a escola e agrediu 11 pessoas, entre alunos, professores e o vigilante da escola.

O deputado Reginaldo Veras (PDT), que é professor e presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), aproveitou para lembrar que no próximo dia 22 de maio, a CESC realizará audiência pública para debater a violência no perímetro escolar.

Segundo o parlamentar, se o governo e a Casa não tomarem providências efetivas para coibir a violência ao longo do perímetro escolar e também dentro das escolas do DF “estaremos diante de uma situação que beira a tragédia”.

“A questão da violência no perímetro das escolas brasilienses, urbanas e rurais, é muito séria. É preciso uma resposta urgente”, disse. “Em 2015, nesses primeiros quatro meses, vários episódios violentos, inclusive com morte, aconteceram em nossas escolas. Precisamos discutir esse assunto com a seriedade necessária antes que uma tragédia maior aconteça, a exemplo dos episódios que frequentemente ocorrem em países como os Estados Unidos, onde atiradores invadem escolas, disparam e matam inúmeras pessoas”, disse.

Ísis Dantas (Assessoria de Imprensa)

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Presidente da Novacap recebe moradores do Gama e de Planaltina

Compartilhar via WhatsAppNa última quinta-feira (23), o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade