fbpx
Início / Notícias / Destaques / Situação da Escola de Música suscita debate

Situação da Escola de Música suscita debate

Foto Anna Cléa Maduro

Na manhã desta quarta-feira (6), após a aprovação do PL que trata do “Programa Material Escolar” o presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), abriu espaço para um debate sobre a manutenção e funcionamento da Escola de Música de Brasília.

Alunos, servidores, representantes do Sindicato dos Professores do DF (SINPRO-DF), músicos e interessados na temática lotaram o auditório da Câmara Legislativa para discutir a atual situação da maior escola de música da América Latina.

Foto Anna Cléa Maduro

Na manhã desta quarta-feira (6), após a aprovação do PL que trata do “Programa Material Escolar” o presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), abriu espaço para um debate sobre a manutenção e funcionamento da Escola de Música de Brasília.

Alunos, servidores, representantes do Sindicato dos Professores do DF (SINPRO-DF), músicos e interessados na temática lotaram o auditório da Câmara Legislativa para discutir a atual situação da maior escola de música da América Latina.

Segundo os presentes, a escola enfrenta uma crise administrativa e pedagógica. São diversos os problemas, tanto em sua estrutura, com o estrangulamento do espaço físico, como muitos equipamentos musicais em péssimo estado e manutenção incipiente.

Outra preocupação é a questão da especulação imobiliária. Há um grande temor que a Escola de Música seja retirada da área em que está instalada há mais de quatro décadas. Por isso, foi solicitado que a Casa aprove o mais rapidamente possível o tombamento material e imaterial da escola, que é um legado histórico de Brasília.

Para Veras, o debate democrático foi feito. A síntese das demandas será encaminhada pela comissão aos órgãos responsáveis para a busca de soluções.

“Salvo as especificidades de modulações que a escola tem, são problemas são comuns às escolas do Distrito Federal. Problemas infra estruturais, precarização nos espaços, insuficiência de espaços e também insuficiência de professores”, disse. “O Poder Legislativo cumpre sua função que é atuar como fiscalizador e servir como intermediário entre as demandas da sociedade e a execução do Poder público. Tudo que foi dito aqui será transformado em um documento desta comissão e encaminhado ao secretário de Educação, Júlio Gregório, e aos órgãos competentes. Lembro sempre, nós não temos a capacidade executora, salvo na condição de emendas parlamentares, mas buscaremos intermediação para resolver as questões aqui levantadas”, completou.

Foto: Anna Cléa Maduro

Ísis Dantas (Assessoria de Imprensa)

 

 

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Aprovado projeto que prevê obrigatoriedade de comandas individuais

Compartilhar via WhatsApp Você já sofreu para acertar a conta num happy hour ou em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade