fbpx

Parlamentares abrem espaço para a discussão do Fundo de Apoio à Cultura do DF na Câmara Legislativa

O mês de março foi marcado por manifestações e reivindicações por parte dos artistas do DF. Profissionais do meio cultural protestaram contra a retirada de cerca de R$ 46 milhões do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) para o pagamento de salários e benefícios atrasados dos servidores públicos do GDF.

Apesar da medida solucionar o problema de caixa do governo, o remanejamento trouxe consequências diretas para o FAC, como por exemplo o atraso no pagamento de cachês e contratos referentes aos serviços prestados ainda no ano passado.

A fim de pluralizar um debate sobre o tema e buscar soluções para a problemática, os deputados Prof. Reginaldo Veras (PDT), Chico Leite (PT), Joe Valle (PDT) e Wasny de Roure (PT) convidam os artistas, produtores culturais e interessados para uma audiência pública sobre o Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, na próxima segunda-feira (8)​, às 15h, no plenário da Câmara Legislativa.

Para o presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), deputado Prof. Reginaldo Veras, “é essencial buscar maior eficiência na alocação dos recursos e o incremento das ações públicas e privadas voltadas para o desenvolvimento cultural. Para isso, uma das primeiras ações é assegurar maior transparência na alocação e gestão dos recursos destinados à cultura; promover a universalização do acesso aos recursos do Fundo (hoje a grande maioria são destinados a projetos do Plano Piloto) e finalmente a trabalhar, junto a Secretaria, para que seja criado o sistema distrital de cultura”, justifica.

A fiscalização dos projetos aprovados nos anos anteriores também é objeto de preocupação do deputado Chico Leite: “O FAC é um importante instrumento de promoção da cultura. Vou fiscalizar o volume de projetos que, apesar de aprovados, não foram contemplados pelo fundo entre os anos de 2011 e 2014 e apurar qual o montante disponibilizado e qual o déficit orçamentário para atender a demanda. Não podemos permitir que ele deixe de promover o acesso à cultura no DF”, defende.

Segundo o deputado Joe Valle, “o FAC existe desde 1999 e foi alcançado com a luta do movimento cultural. Ele é direito adquirido e deve continuar com os artistas”, declara.

O deputado Wasny de Roure, também membro titular da CESC, reafirmou o seu compromisso com a categoria e a importância da temática. “Reitero minha defesa quanto à produção artística e cultural do DF e à manutenção das verbas que compõem o Fundo de Apoio à Cultura.

Foram convidados para participar da discussão o Secretário de Cultura do DF, Guilherme Reis; o representante da Secretaria de Fazenda, Willian José de Paula; o presidente do Conselho de Cultura, Victor Zilgelmeyer e o representante da Secretaria de Planejamento, Renato Brown.

O que é o FAC? – O Fundo de Apoio à Cultura do DF foi criado em 1991 como principal instrumento de fomento às atividades artísticas e culturais da Secretaria de Cultura do DF. O órgão oferece apoio financeiro aos filmes, peças de teatro, CDs, DVDs, livros, exposições, oficinas e projetos artísticos em todo o DF.

Serviço
Audiência Pública sobre o Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal
Data: 08/06 (segunda-feira)
Horário: 15h
Local: Plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal

​Anna Cléa Maduro (Assessoria de Imprensa)​

​​Divulgação

Sobre Anna Cléa Maduro

Anna Cléa Maduro
Jornalista e fotógrafa. Assessora atualmente o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Presidente da Novacap recebe moradores do Gama e de Planaltina

Compartilhar via WhatsAppNa última quinta-feira (23), o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade