fbpx

Deputado busca esclarecimentos sobre as PPPs

Na manhã de hoje (3), o distrital Prof. Reginaldo Veras (PDT) acompanhou a Associação dos Permissionários da Fundação Jardim Zoológico de Brasília, composta por 35 empreendedores individuais, até a Secretaria Adjunta de Economia e Desenvolvimento Sustentável (SEDS). Os representantes foram buscar esclarecimentos acerca da Portaria 14, publicada no Diário Oficial do DF em 14 de janeiro de 2016, que relaciona as empresas interessadas na adesão às Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Os empreendedores prestam serviços dentro do zoológico e, até o momento da reunião, temiam que, em caso de concessão, os contratos com os permissionários fossem desfeitos imediatamente. Na ocasião o secretário da pasta, Arthur Bernardes, respondeu a todas as dúvidas e indagações dos presentes.

Segundo ele, os empreendedores não serão prejudicados em caso de parceria público-privada e serão orientados a participar das licitações e a continuarem prestando serviços ao Zoológico ou à empresa que possa vir a gerenciar o parque. “Não se desgastem antecipadamente. O Zoológico é um dos espaços indicados para a concessão, porém esse processo será amplamente debatido”, esclareceu Arthur Bernardes.

O secretário convidou, inclusive, o deputado Prof. Reginaldo Veras e a Associação dos Permissionários a participarem da formulação dos editais licitatórios, em caso de concessão, bem como contribuírem com sugestões. Veras acompanhará a par e passo todo o processo junto aos empreendedores individuais.

Anna Cléa Maduro (Assessoria de Imprensa)

Sobre Anna Cléa Maduro

Anna Cléa Maduro
Jornalista e fotógrafa. Assessora atualmente o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Presidente da Novacap recebe moradores do Gama e de Planaltina

Compartilhar via WhatsAppNa última quinta-feira (23), o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade