fbpx

Veras visita Comandante da PMDF

A segurança pública do Distrito Federal precisa de atenção. Preocupado com o tema e com questões como a segurança no perímetro escolar, a promoção dos Policiais Militares e, principalmente, a necessidade de o governo convocar os excedentes do último concurso para que realizem as etapas seguintes do certame, o deputado Prof. Reginaldo Veras visitou na tarde desta sexta-feira (12) o Comandante Geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Marcos Nunes.

O intuito da visita foi buscar soluções para as questões que tanto afligem e impactam a segurança pública do DF. A primeira delas é a necessidade de prorrogação do último concurso para a PMDF, visto que é imprescindível proceder com o aumento do efetivo da corporação. Para Veras, outro ponto que precisa de investimento por parte do poder público é o batalhão escolar e a segurança no perímetro das escolas.

Marcos Nunes ouviu atentamente as demandas apresentadas por Veras e prometeu dar um retorno.

Excedentes da PMDF – O efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal está extremamente desfalcado, o que contribui muito para o crescente aumento da violência do DF. Só em 2015 a PM concedeu cerca de 1050 aposentadorias, para os próximos anos a previsão é que mais 2000 aconteçam.

“Prorrogar o último concurso público e permitir que os excedentes façam as etapas seguintes é uma alternativa que agilizaria o processo e colocaria mais homens nas ruas em menos tempo, pois a realização de um novo certame demoraria muito”, alerta Veras. “ Não será uma luta fácil, mas buscarei a prorrogação do certame até o último momento”, diz o deputado.

Violência no perímetro escolar – A violência no perímetro das escolas é uma realidade que cresce assustadoramente no DF. O caso mais recente aconteceu no início de fevereiro, quando o servidor público Eli Roberto Chagas, que havia ido buscar os dois filhos, de 12 e de 15 anos, em uma escola no Guará 2, teve o carro roubado a luz do dia. Segundo testemunhas, a vítima não reagiu, mas foi atingida por um tiro no pescoço e faleceu.

Outro caso emblemático foi a morte de um jovem de 17 anos esfaqueado por um colega da mesma sala de aula, de 16, após uma briga no Centro de Ensino Médio (CEM 2), na QNM 14, em Ceilândia Norte. O crime ocorreu na noite do último dia 14 de setembro. Reginaldo Veras inclusive dava aula, como professor voluntário, numa sala ao lado da que ocorreu a tragédia.

O parlamentar inclusive já realizou audiência pública e tem cobrado insistentemente do poder público que fortaleça o batalhão escolar, aumentando a segurança ao longo do perímetro das escolas.

Ísis Dantas, da Assessoria de Imprensa

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004 e estudante de Comunicação e Marketing. Ísis Dantas trabalha como assessora de imprensa na Câmara Legislativa há quase 15 anos - desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Presidente da Novacap recebe moradores do Gama e de Planaltina

Compartilhar via WhatsAppNa última quinta-feira (23), o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade