fbpx

Apesar da crise, 2016 termina com saldo positivo

Há dois anos assumi meu primeiro mandato como deputado distrital. Ao longo desse período além de aprender, eu e minha equipe nos esforçamos para tirar as demandas do papel e transforma-las em realidade não apenas para meus eleitores, mas para toda a população do Distrito Federal.

Apesar da crise que toma conta do DF e do Brasil, 2016 foi um ano muito produtivo e terminará com um saldo extremamente positivo.

À frente da Comissão de Educação Saúde e Cultura (no biênio 2015-2016) atuei para fortalecer a educação pública em nossas cidades. O primeiro passo foi visitar e conhecer a realidade de mais de 160 escolas em todo o Distrito Federal. Em seguida, destinei quase R$ 5 milhões através do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) para realização de melhorias em diversas escolas. O mais gratificante foi ver pleitos antigos – das diversas comunidades escolares do DF – serem atendidos, proporcionando melhores condições tanto para os estudantes, como para os profissionais de educação.

Em 2016 participei ativamente das discussões sobre a Lei da Gestão Democrática e a Lei que regulamentará o PDAF. Também defendi a liberdade de cátedra e o pluralismo das ideias em sala de aula apresentando parecer pela rejeição da Proposta de Emenda à Lei Orgânica do DF conhecida como “Escola Sem Partido”.  Um dos compromissos honrados foi a luta pela isenção da taxa de inscrição do Programa de Avaliação Seriada (PAS) para alunos de baixa renda. Outra grande conquista foi, após muita luta e inúmeras cobranças, o lançamento do edital do concurso para a Secretaria de Educação do DF.

Já na Saúde, além das visitas aos hospitais, fiz o aporte de recursos (R$ 5 milhões) para a Oncologia do Hospital de Base. Em relação à Cultura, me empenhei para que a Lei Orgânica da Cultura (LOC) fosse aprovada na CESC. A proposta, que norteará as políticas públicas na área cultural, deve ser apreciada em plenário no próximo ano.

Não posso deixar de mencionar a intermediação feita entre o Executivo e as inúmeras comissões de aprovados em concursos públicos (SEDF, SES, SECULT, BRB, PMDF, PCDF, BB, CAIXA, PROCON), além da luta para que o governo pudesse realizar o pagamento das pecúnias aos aposentados do GDF.

Foi um ano de muito trabalho, aprendizado e de conquistas, especialmente para a educação do Distrito Federal. Eu e minha equipe, queremos agradecer a todos que, direta ou indiretamente, nos ajudaram a realizar nosso trabalho da melhor maneira.  Agradeço em especial a ajuda dos inúmeros professores, diretores, coordenadores das Regionais de Ensino, do valoroso apoio da Secretaria de Educação e seus subsecretários e da NOVACAP, especialmente seu presidente, e principalmente ao meu eleitorado, que tem fiscalizado e participado ativamente da construção do nosso mandato.

Deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT)

 

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

TCDF analisa representação que pede volta de pagamento de benefício para Educadores Sociais Voluntários

Compartilhar via WhatsApp Nesta quarta-feira (24), às 15h, o Tribunal de Contas do DF (TCDF) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade