Início / Notícias / Destaques / Agora é lei: Questões de história e geografia do Distrito Federal poderão ser cobradas em concursos
Wikimedia Commons

Agora é lei: Questões de história e geografia do Distrito Federal poderão ser cobradas em concursos

Por Anna Cléa Maduro

Cerca de 40% das pessoas que fazem concurso no Distrito Federal são de outros estados da federação. Pensando nisso o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) criou uma Lei que privilegia os candidatos locais e exige que os concursandos de outras regiões do país estudem e conheçam a realidade do Distrito Federal.

Trata-se da Lei n° 5.768/2016, sancionada em dezembro de 2016, que altera as regras para a realização de concurso público e possibilita que as bancas cobrem questões históricas, geográficas, culturais, políticas e econômicas relativas ao Distrito Federal.

A Lei Geral dos Concursos Públicos (4.949) estabelece normas gerais aos processos seletivos desde 2012, ano em que foi aprovada. Apesar dos avanços que ela trouxe para os certames, para o autor da proposta, há uma lacuna nas provas realizadas no âmbito do Distrito Federal: a necessidade de incluir questões que envolvam o Distrito Federal.

Segundo o autor do projeto, a proposta visa oferecer um serviço público de qualidade na capital. Para Veras, “é importante que os aprovados nos concursos do DF conheçam a realidade dos moradores e da cidade para atenderem a população da melhor forma possível”.

Não haverá mudança nos concursos em que os editais já estão abertos e, segundo a Secretaria de Planejamento do DF (Seplag), a lei será cumprida a partir dos próximos editais.

Sobre Anna Cléa Maduro

Anna Cléa Maduro
Jornalista e fotógrafa. Assessora atualmente o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Professores do CEM 111 do Recantos das Emas fazem vaquinha para custear inscrições de alunos no PAS e vestibulares

Compartilhar via WhatsAppPor Ísis Dantas   O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) utilizou a tribuna …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade