Início / Notícias / Destaques / Veras cobra realização de concurso para a Codhab
Foto: Raphaella Bechepeche

Veras cobra realização de concurso para a Codhab

A demora para a realização do certame para a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab) foi duramente criticada pelo deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) na sessão ordinária desta quarta-feira (24).

O parlamentar informou aos presentes que o prazo para a realização do concurso já expirou duas vezes. Inicialmente o prazo terminaria em junho do ano passado, mas foi prorrogado por mais um ano por lei aprovada na Câmara. O novo prazo expira no próximo mês e o GDF já encaminhou projeto solicitando a prorrogação por mais um ano.

Veras defendeu que a prorrogação só seja concedida até 31 de dezembro deste ano e cobrou do governo a realização da seleção.

 “Um dos grandes problemas da Codhab é a falta de continuidade na prestação de serviços. Aproximadamente 92% dos cargos do ógão são comissionados e terceirizados”, disse.  A única forma de se prestar um serviço público com um mínimo de qualidade é com continuidade na prestação. E quem dá continuidade à prestação de um serviço é o servidor de carreira. O comissionado agrega, o comissionado ajuda, ele complementa, mas não dá continuidade, até porque ele é temporal. O governo precisa entender que não se faz política pública na área de habitação sem um quadro de pessoal capacitado e permanente”, completou Veras.

Na ocasião, o parlamentar também criticou a qualidade do projeto apresentado pelo GDF. Segundo ele, a proposta precisa ser refeita pelo governo, pois apresenta, entre outros problemas, que a “estimativa de despesa é de xxx, numa clara demonstração de que o texto não foi finalizado corretamente”, afirmou.

PDAF –  Ainda durante a sessão ordinária desta quarta-feira (24)  Reginaldo Veras falou sobre a importância do  Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) para os reparos e gestão das escolas públicas do Distrito Federal.

O parlamentou, que é um entusiasta do programa, contou que esteve numa escola em Brazlândia e mais uma vez constatou a eficácia do PDAF. Ele comparou o gasto de cobertura de uma quadra esportiva, no valor total de R$ 140 mil, com os preços praticados pelo setor da construção, em torno de R$ 600 mil, para defender que o programa melhora o uso dos recursos públicos.

“Eu volto a bater nessa tecla e vou brigar por isso até o fim, porque quando resolvi me candidatar eu falei que iria lutar para que o recurso público fosse investido com racionalidade, com moralidade e com ética. E me digam como é que uma mesma obra que custa seiscentos mil no orçamento de João, mas Chico consegue fazer por cento e trinta? Eu tenho a resposta. Evito falá-la, mas deixo o questionamento”, finalizou.

 

 

 

 

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Câmara Legislativa debaterá situação das escolas do campo do DF

Compartilhar via WhatsApp As escolas do campo do Distrito Federal, conhecidas como escolas rurais, vem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade