fbpx
Foto: Ísis Dantas

CCJ aprova proposta que blinda o Fundo de Apoio à Cultura

Por Ísis Dantas

Foto: Ísis Dantas

Artistas e militantes do movimento cultural do DF participaram da reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Legislativa realizada na manhã desta terça-feira (15). Na pauta a Proposta de Emenda à Lei Orgânica (PELO) nº13/2015, de autoria do presidente da comissão, deputado Prof. Reginaldo Veras, que veda o contingenciamento ou o remanejamento de recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC). Hoje o único fundo que tem seus recursos resguardados pela Lei Orgânica é o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A PELO foi aprovada na forma do substitutivo apresentado pelo relator da matéria, deputado Israel Batista (PV), por três votos e duas ausências. Agora a proposta segue para a Comissão Especial de Proposta de Emenda à Lei Orgânica (CEPELO).

Segundo Veras, a apresentação da Proposta de Emenda à Lei Orgânica aconteceu na tentativa de dar ao Fundo De Apoio à Cultura (FAC) o mesmo tratamento dado ao Fundo de Apoio à Criança, que tem seus recursos protegidos na Lei Orgânica.

“Entendo que o FAC é um importante elemento de fomento do emprego e da renda no setor, daí a ideia de elaborar a proposta, que foi muito bem aceita pelo movimento cultural. Buscamos dar ao FAC o mesmo tratamento dado ao Fundo da Criança, que tem seus valores resguardados na LODF”, afirma Reginaldo Veras.

Para o maestro Rênio Quintas, o deputado Prof. Reginaldo Veras proporcionou um momento histórico para o segmento cultural do DF.

“Finalmente a Cultura foi considerada pelo parlamento como uma ferramenta de desenvolvimento, de humanização, de desenvolvimento cultural e econômico. Os parlamentares destacaram a força que a cultura tem, o prejuízo que a cidade teria com o uso continuo dos recursos do FAC pelo GDF”, disse. “ Essa é apenas a primeira vitória rumo a transformação do FAC num Fundo que tenha seus recursos protegidos e que sirva à sociedade do DF, como instrumento de diminuição da violência na Capital Federal”, finalizou.

Foto: Ísis Dantas

 

Foto: Ísis Dantas

 

Fotos: Ísis Dantas

 

 

 

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Veras critica volta de cooperativas de recicláveis ao trabalho sem condições adequadas de segurança

Compartilhar via WhatsApp Apesar do aumento de número de contaminados e de mortes pelo coronavírus, …

2 comentários

  1. Avatar

    Parabéns ao Deputado Reginaldo Veras , e aos deputados professor Israel e Celina Leão , e a todo o movimento cultural! vamos seguir em frente com a proposta e sacramentar a devida utilização do fac ao que se destina porque cultura é prioridade!

  2. Avatar

    Todos grandes registros tem que se equivaler ao resultado final positivo das conquistas da sociedade civil.
    Parabéns a todos envolvidos nesse processo da cultura em Brasilia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade