Início / Notícias / Destaques / Veras pede que Detran reveja campanha que intitula “de extremo mau gosto”
Foto: Carlos Gandra/CLDF

Veras pede que Detran reveja campanha que intitula “de extremo mau gosto”

Por Ísis Dantas

Na tarde desta quarta-feira (23) o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) aproveitou o comunicado de parlamentares para expor o protesto feito por Motociclistas, representantes de Moto Clubes e Moto Grupos, que criticam a campanha “A vida sobre duas rodas nem sempre é emocionante” veiculada recentemente pelo Detran DF para tratar de segurança no trânsito. Na ocasião, Veras fez um breve relato sobre o vídeo e pediu ao Líder de Governo, deputado Agaciel Maia (PTC), que leve o pleito ao representante do órgão.

Segundo o parlamentar, o que choca na propaganda é o fato de um ator que representa um cadeirante dizer que hoje a vida em duas rodas não o atrai mais.

“Eu particularmente achei a campanha de extremo mau gosto, discriminatória e pouco educativa. Acho que o Detran podia rever a propaganda que está sendo veiculada”, disse.

Veras também destacou que as associações de motociclistas reclamam que em nenhum momento foram consultadas a respeito do teor da propaganda.

“Se é um comercial voltado para alerta, para educação no trânsito em relação a esse segmento da sociedade seria prudente que eles tivessem sido previamente consultados”, afirmou. “Vale lembrar  a campanha “Não Dirija Teclando”, realizada após a morte do Dudu, conhecido motociclista morto vítima de acidente por uma condutora que dirigia teclando ao celular”, finalizou.

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas

Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o presidente da Comissão de constituição e Justiça (CCJ), deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Contrato temporário: Convocação para 2018

Compartilhar via WhatsAppSegundo nota publicada no site da Secretaria de Educação do Distrito Federal, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade