fbpx

PLC 122/17: “Não se pode perder a coerência”, diz Veras

A postura adotada pelo governo, que em retaliação a deputados contrários a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 122/2017 – que trata da reestruturação da previdência dos servidores públicos do DF – exonerou, nesta segunda-feira (11/9), servidores indicados pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) foi discutida pelo deputado Prof. Reginaldo Veras, na tarde de ontem (12).

O parlamentar fez uma breve retrospectiva da sua atuação como parlamentar, lembrando que já foi contrário a outros projetos do Executivo, que segundo ele não eram de interesse da sociedade, a exemplo do Pacto por Brasília, que pretendia aumentar os valores dos impostos pagos pelos contribuintes.

O deputado reafirmou sua coerência e o compromisso com seus eleitores. “Não votarei nesta Casa qualquer projeto que retire direitos dos trabalhadores e que fira as bandeiras históricas defendidas por meu partido”, disse. “Meu compromisso é com os 12506 eleitores que confiaram em mim. Não desonrarei a eles e nem a minha consciência e minhas convicções”, completou.

Assista ao pronunciamento do deputado:

NÃO SE PODE PERDER A COERÊNCIA!#NaoAoPLC122 #PLC122 #AlteracaoNaPrevidenciaNAO #CLDF #EconomizaEFaz

Posted by Reginaldo VERAS on Wednesday, September 13, 2017

 

Sobre Anna Cléa Maduro

Anna Cléa Maduro
Jornalista e fotógrafa. Assessora atualmente o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Contrato temporário: SEEDF lança chamamento para escolha de entidade para realização do processo seletivo

Compartilhar via WhatsApp Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quarta-feira (23) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade