Início / Notícias / Destaques / Tragédias nas escolas públicas chocam o Distrito Federal
Quando chove, a Escola Classe 425 de Samambaia fica alagada e os alunos correm risco de choque elétrico.

Tragédias nas escolas públicas chocam o Distrito Federal

Por Anna Cléa Maduro

Faltam escolas, falta merenda, falta manutenção nos prédios escolares. Falta tudo. Essa é a realidade das unidades de ensino do Distrito Federal, que foi observada e narrada pelo deputado Prof. Reginaldo Veras, em 2015, época em que o parlamentar presidia a Comissão de Educação e Saúde da Câmara Legislativa.

A compilação deu origem a um relatório com fotografias e informações referentes a 120 escolas do DF, que foi entregue pessoalmente ao governador do Distrito Federal, ao Secretário de Educação e a um representante Ministério Público. O texto, elaborado há três anos, não está desatualizado. Os problemas permanecem e desencadearam duas tragédias, na última semana.

A primeira delas envolve um menino de oito anos, morador do Paranoá Parque, que desmaiou de fome na sala de aula. A criança estuda há 30km de casa, ou seja, precisa sair muito cedo para pegar o ônibus e chegar no horário da aula. Para Veras, a situação é absurda, afinal o custo para transportar os alunos para escolas distantes de suas residências é maior do que o custo para construção de novas unidades. “É uma logística burra”, argumentou.

Foto: Ísis Dantas
Na sessão ordinária do dia 21 de novembro, Veras falou sobre a falta de escolas no Paranoá Parque.

A segunda notícia que chocou o DF foi o alagamento da Escola Classe 425 de Samambaia, após uma forte chuva. A unidade de ensino é uma das mais precárias da região e precisaria ser demolida, segundo o deputado Prof. Reginaldo. “Ela inclusive consta no plano de obras do governo, mas, infelizmente, as providências nunca foram tomadas. O governo ilude a população com a construção de uma nova escola, mas isso eu ouço desde menino e até hoje a promessa não virou realidade”, frisou o parlamentar.

Fiscalização e denúncia – Desde o início do mandato, Reginaldo Veras alerta sobre os riscos que professores e alunos correm diariamente nas escolas. “Tenho sido chato, batendo na mesma tecla sempre, mas a situação não muda”, disse. Em menos de duas semanas, ele já utilizou três vezes a tribuna do plenário da Câmara Legislativa para denunciar a falta de compromisso com a educação. “A burocracia e a falta de vontade política impedem que as melhorias sejam feitas e mudem a realidade de milhares de alunos na rede pública de ensino do DF”, completou.

Assista ao vídeo:

AS ESCOLAS VÊM SENDO PALCO DE TRAGÉDIAS. E NÃO FOI POR FALTA D…

AS ESCOLAS VÊM SENDO PALCO DE TRAGÉDIAS. E NÃO FOI POR FALTA DE AVISO.#fiscalizacao #denuncia #mandatomaiseducacao #ocertoéfazeracoisacerta #escolas #DF #alunodesmaiadefome #paranoá #samambaia

Posted by Reginaldo VERAS on Tuesday, November 21, 2017

Sobre Anna Cléa Maduro

Anna Cléa Maduro

Jornalista e fotógrafa. Assessora atualmente o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Projeto Esporte à Meia-Noite abre vagas para servidores da carreira Magistério

Compartilhar via WhatsAppO projeto Esporte à Meia-Noite foi criado para combater, de forma preventiva, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade