fbpx
Início / Notícias / Destaques / Movimento Joia celebra 47º aniversário em solenidade na CLDF

Movimento Joia celebra 47º aniversário em solenidade na CLDF

Na noite desta sexta-feira (29/11), a Câmara Legislativa foi o palco escolhido para a celebração dos 47 anos de existência do Movimento Joia. O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), autor da iniciativa, abriu espaço na agenda da “Casa do Povo” para que os participantes do grupo festejassem a data e refletissem sobre toda a trajetória do Movimento, que dá início a organização das comemorações do seu jubileu de ouro daqui há três anos.

O Reverendo Frei Nasareno de Souza Santos, que na ocasião representou os diretores espirituais do Movimento Joia, abriu a solenidade com uma prece. Em seguida, falou sobre sua nomeação para a Paroquia Santa Clara de Assis, em Anápolis, onde começa suas atividades como pároco em janeiro de 2020. Na ocasião, ele também aproveitou para discorrer sobre a história do Movimento e a cumplicidade dos membros do grupo.

Em sua fala, o fundador do Movimento Joia, Wilson Pimentel, mais conhecido como Tio Ulhoa, destacou “a necessidade de continuidade deste trabalho tão belo e tão importante para Cristo”.   

Já o presidente do Joia, Ricardo Dias, destacou que a missão do Movimento é fazer com que as palavras que constam na Bíblia se tornem vida na vida de muitas pessoas que estão passando por momentos de enfermidade, de depressão, de dificuldades.

“Louvo aos Movimento Joias e a cada joista, a todos que colaboraram para que este Movimento chegasse aos 47 anos com muita alegria, com uma força de espírito tão grande que apenas Deus consegue explicar”, disse.

O Reverendo Isidro Mariano – oriundo de Moçambique, na África, onde trabalhava com jovens, falou sobre a qualidade do serviço prestado pelos joistas.

 “Esse país conserva tesouros, o primeiro é a paz. E conserva a tolerância, religiosa e de outras formas. A Missão da igreja acontece pautada nestes alicerces”, disse. “ O que o mundo precisa nos tempos atuais não é pessoas que falam bem, não. O que precisamos é de pessoas que fazem o bem. Vocês do Joia me encantaram por terem escolhido a qualidade do trabalho. Muitas vezes vocês são poucos, mas fazem o trabalho de muitos. Sinto que a cada dia devo colaborar com a missão do Joia”, completou.

Nesse contexto, o deputado Prof. Reginaldo Veras aproveitou para ressaltar que “o trabalho de fraternidade e de solidariedade desenvolvido pelo Movimento Joia é o verdadeiro trabalho cristão, do fazer o bem, sem olhar a quem”.

Também participaram da solenidade o Sr. Hamilton José de Sousa, representando a direção espiritual leiga e a Sra. Andréia Queiroz de Oliveira, presidente do conselho do Movimento Joia.

O Movimento JOIA –  O Movimento JOIA tem como objetivo a participação ativa nas diversas pastorais da Igreja em Brasília, bem como a realização de atividades de promoção humana e de evangelização de jovens e adultos, por intermédio de encontros de conversão e princípios da fé.

Atualmente o Movimento é divido em quatro subgrupos: saúde, realiza visitas aos enfermos no Hospital Regional de Taguatinga; Renascer, realiza visitas aos idosos em asilos de Taguatinga e Samambaia; JAED – Jovens Ajudando na Evangelização dos Detentos e o Menor – Meninos e Meninas Encontrando Novos Rumos.

Clique e veja as fotos do evento:

Sessão Solene em homenagem ao 47º aniversário do movimento Joia

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Aprovado projeto que prevê obrigatoriedade de comandas individuais

Compartilhar via WhatsApp Você já sofreu para acertar a conta num happy hour ou em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade