fbpx
Foto: G1/ Reprodução

TJDFT suspende gratuidade no transporte público para profissionais de saúde

A Corte Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) suspendeu os efeitos da Lei 6.592/2020, de autoria do deputado Professor Reginaldo Veras (PDT), que prevê gratuidade no transporte público a profissionais de saúde durante a pandemia. A decisão, unânime, é cautelar e vale até que a Corte decida, de forma definitiva, se a norma é inconstitucional.

A medida vale a partir desta sexta-feira (25), conforme comunicado já expedido pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob), por meio de circular, às operadoras do Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal (STPC-DF).

Para Veras, no momento em que é preciso valorizar e incentivar os profissionais que estão na linha de frente na luta contra a Covid-19 o Governo do DF faz exatamente o contrário.

“Lamentável! Espero, sinceramente, que a decisão seja revista e os profissionais de saúde possam continuar utilizando o benefício durante a pandemia”, disse o distrital.

A decisão – A gratuidade foi concedida após a promulgação, pela Câmara Legislativa, da Lei Distrital nº 6.592/2020, publicada em 25 de maio. O GDF entrou com Ação Direta para questionar a constitucionalidade dessa determinação, e os desembargadores do Conselho Especial do TJDFT concederam liminar suspendendo a eficácia da lei até o julgamento do mérito da ação.

Na decisão, os desembargadores levaram em consideração a competência para propor lei sobre as atribuições, organização e funcionamento da Administração Pública do Distrito Federal, que é privativa do chefe do Poder Executivo. No acórdão, os desembargadores consideram que a concessão da gratuidade invadiu a esfera de competência reservada ao Executivo.

Também foi considerada, pelos desembargadores do TJDFT, a necessidade do equilíbrio econômico financeiro, sendo certo que a concessão unilateral de gratuidade majora o custo da concessão do serviço, acarretando desordens nos contratos do transporte público.

Com informações da Semob

Sobre Ísis Dantas

Ísis Dantas
Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004. Trabalha como Assessora de Imprensa na Câmara Legislativa desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Distrito Federal terá Semana de Combate e Prevenção à Violência Doméstica

Compartilhar via WhatsApp Na tarde desta quarta-feira (07), durante sessão remota, a Câmara Legislativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade