fbpx

DF terá Semana de Combate e Prevenção à Violência Doméstica

Amanhã será celebrado o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres e o panorama em escala global é assustador. Aqui não é diferente, os números também são alarmantes. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), no primeiro semestre de 2020 o Brasil registrou 648 feminicídios, 1,9% a mais que no mesmo período de 2019.

É fundamental que o poder público e a sociedade civil se unam para erradicar a violência contra a mulher. É preciso educar, prevenir, trabalhar com atendimentos multidisciplinares e combater qualquer tipo violência contra a mulheres.

Nesse contexto, hoje tivemos uma boa notícia. Foi publicada no Diário Oficial do DF desta terça-feira (24), a Lei Nº 6.722/20, de autoria do deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) que institui a Semana de Combate e Prevenção à Violência Doméstica.

A data que passa a integrar o calendário oficial de eventos do DF será comemorada todos os anos na semana internacional da mulher, em março.

Na ocasião, o poder público distrital deverá promover eventos e atividades de cunho educacional e cultural que tenham como tema o combate à violência doméstica. Vale ressaltar que é direito das crianças e adolescentes terem nas escolas privadas e públicas do DF palestras e eventos educativos sobre a Lei Maria da Penha.

De acordo com o texto, o Poder Executivo fica autorizado a efetuar parcerias, convênios ou contratos com instituições privadas para efetivar as políticas públicas necessárias para a execução da Lei.

O prazo para regulamentação e aplicação da nova legislação é de 120 dias, mas até que haja total regulamentação da Lei é direito dos adolescentes da rede pública e privada de ensino do DF serem informados em palestras e eventos sobre os termos da violência doméstica e seus mecanismos de combate previstos na Lei Maria da Penha.

Para Veras, é preciso tratar a violência contra a mulher como um problema de saúde pública, e educar é fundamental para a prevenção e erradicação desse mal.

“Conscientizar e educar, em especial os estudantes do DF, é agir na prevenção de um problema que assola toda a sociedade e que deixa marcas, visíveis ou não, em inúmeras mulheres e em seus filhos, que vivenciam a violência cotidianamente”, diz o parlamentar. “Esperamos que com a disseminação de informação sobre o tema possamos contribuir de alguma forma para diminuir os índices de violência praticados contra as mulheres e dar visibilidade à questão”, conclui.

Sobre Ísis Dantas

Formada em Comunicação Social/ Habilitação Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília em 2004 e estudante de Comunicação e Marketing. Ísis Dantas trabalha como assessora de imprensa na Câmara Legislativa há quase 15 anos - desde 04 de setembro de 2006. Atualmente assessora o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), reeleito para seu segundo mandato parlamentar.

Veja também

Câmara aprova PELO que assegura a obrigatoriedade da língua espanhola na rede pública de ensino

Compartilhar via WhatsApp O Distrito Federal terá a língua espanhola como língua obrigatória para os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade