fbpx

Projeto de Lei garante a atuação de dentistas na rede pública distrital

Assessoria

Após receber representantes do Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF), na semana passada, o deputado Professor Reginaldo Veras (PDT) protocolou hoje (11), na Câmara Legislativa (CLDF), um projeto de lei que trata da inserção de profissionais de odontologia na rede pública distrital.

Após receber representantes do Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF), na semana passada, o deputado Professor Reginaldo Veras (PDT) protocolou hoje (11), na Câmara Legislativa (CLDF), um projeto de lei que trata da inserção de profissionais de odontologia na rede pública distrital.

Dentre as propostas contidas no PL estão o direito à saúde bucal no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo, quando há internação de pacientes; bem como a obrigatoriedade de um cirurgião dentista nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) como parte do corpo clínico.

A medida garante aos pacientes a redução do risco de doenças graves. Muitas vezes, a falta de um especialista em odontologia nas UTIs, por exemplo, dificulta ou impossibilita a indicação do tratamento adequado – o que impede a melhora do quadro clínico da pessoa que está internada.

Para o deputado Professor Reginaldo Veras, a matéria é extremamente importante para área da saúde do Distrito Federal e assegura a presença de profissionais capacitados nos hospitais.

Antes de ser colocado em votação, o projeto de lei será lido em plenário e passará pelas Comissões da Casa.

Anna Cléa Maduro (Assessoria de Imprensa)

Sobre Anna Cléa Maduro

Jornalista. Assessora atualmente o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT).

Veja também

Câmara aprova PELO que assegura a obrigatoriedade da língua espanhola na rede pública de ensino

Compartilhar via WhatsApp O Distrito Federal terá a língua espanhola como língua obrigatória para os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acessibilidade